24/09/2022 às 16:59

A Psicologia Financeira - "Sucesso Financeiro não é uma habilidade técnica!"

15
6min de leitura

Um dos melhores livros sobre dinheiro que já li, realmente transformador a forma como enxergamos e lidamos com o dinheiro.

Este artigo tem o intuito de compartilhar alguns insights retirados no livro, que tenho certeza que pode fazer sentido para qualquer pessoa.

1 - Ninguém é maluco!

Sucesso Financeiro não é uma habilidade técnica, é uma habilidade pessoal, no qual o comportamento é mais importante que o conhecimento. 

Isso se deve ao fato de que pensamos e aprendemos sobre dinheiro de forma muito mais parecida com física (com leis) do que com a psicologia (com emoções).

Cada pessoa tem uma visão única e particular sobre como as coisas funcionam, e o que você vivencia é forte do que aquilo que aprende pelo exemplo de outros, ou seja, cada decisão financeira que uma pessoa toma, faz sentido para ela naquele momento e está de acordo com os parâmetros que ela própria determina - Ela conta uma história a si a mesma sobre o que está fazendo e por que está fazendo - essa história foi moldada pelas experiências únicas que ela viveu.

2 - Sorte e Risco (nada é tão bom nem tão ruim quanto parece);

Sorte e risco são a expressão concreta de que todo resultado na vida é guiado por outras forças além do mero esforço individual. Os dois são tão parecidos que você não tem como acreditar em um sem respeitar o outro na mesma medida. Ambos existem porque o mundo é complexo demais para permitir que 100% das suas ações respondam por 100% dos seus resultados.

O Impacto das ações que estão fora do seu controle pode ter consequências mais profundas do que as ações que você executa conscientemente.  

Quanto mais fora da curva o resultado, menor a probabilidade de que você possa aplicar as lições dele à sua vida, porque será maior a probabilidade de o resultado ter sido influenciado por excessos de sorte ou de risco.

O truque para lidar com o fracasso é organizar a vida financeira de forma que um mau investimento aqui e uma meta financeira não alcançada ali não tirem você de campo, de modo a poder continuar jogando até que os números voltem a estar a seu favor. 

3 - Nada é suficiente (mesmo quem já é rico comete loucuras);

Nada justifica arriscar algo que você já tem e do qual precisa por algo que você não tem e do qual não precisa.

Há algumas coisas que não valem a pena arriscar nunca, independente do ganho potencial.

4 - Compostos

Você não precisa de uma força fora do comum para criar resultados fora do comum; Se algo começa a se compor - se um pequeno crescimento serve como combustível para o crescimento futuro - uma base inicial pode levar a resultados extraordinários. 

5 - Ficar rico versus Continuar rico (ganhar dinheiro é uma coisa, mantê-lo é outra);

A capacidade de permanecer ativo por muito tempo, sem se apagar ou ser forçado a desistir, é o que faz a diferença de verdade. Esta deve ser a base da sua estratégia, seja nos investimentos, na sua carreira ou no seu negócio. 

A composição só funciona se você puder das anos e anos a um ativo para que ele cresça.

"Mais do que grandes retornos, o que quero é ser à prova de falências. E, se eu for à prova de falências, de fato acredito que vou ter os maiores retornos, porque serei capaz de permanecer no jogo por tempo suficiente para que a composição faça maravilhas."

6 - Devagar e sempre

Qualquer coisa que seja enorme, lucrativa, famosa ou influente é o resultado de um evento em causa - um evento distante entre milhares ou milhões de outros eventos.

São as caudas que orientam tudo! Ao aceitar que as caudas orientam tudo nos negócios, nos investimentos, nas finanças, você percebe que é normal muitas coisas darem errado, quebrarem ou fracassarem até darem certo - as caudas conduzem ao sucesso.

7 - Liberdade

Mais do que seu salário, mais do que o tamanho da sua casa, mais do que o prestígio do seu trabalho. Poder fazer o que se quer, quando se quer, com as pessoas que se quer é a maior variável de estilo de vida que proporciona felicidade às pessoas.

O grande valor intrínseco do dinheiro é a capacidade que ele nos dá de termos controle sobre o nosso tempo. A capacidade de obter, pouco a pouco, um nível de independência e de autonomia que vem de ativos não gastos e que nos proporcionam maior controle sobre o que e quando podemos fazer.

8 - Fortuna é aquilo que você não vê (gastar dinheiro para mostrar às pessoas quanto dinheiro você tem é a forma mais rápida de ter menos dinheiro);

O capitalismo moderno fez com que o hábito de "fingir até conseguir" se tornasse uma ótima fonte de negócios. A verdade, no entanto, é que a fortuna é aquilo que você não vê. Carros de luxo não adquiridos, diamantes não comprados, relógios não usados. Fortuna são os ativos financeiros ainda não convertidos em coisas que podem ser vistas.

Fortuna é algo escondido. É a receita não gasta. É a opção, ainda não posta em prática, de comprar alguma coisa. O valor dela reside em proporcionar opção, flexibilidade e crescimento para que um dia, você possa comprar mais coisas do que é capaz hoje.

9 - Guarde dinheiro (o único fator sobre o qual você tem controle gera uma das únicas coisas que realmente importam)

Poupança e frugalidade - que equivalem à conservação e à eficiência nas finanças - são as variáveis da equação monetária que mais estão sob o seu controle, e cuja garantia de serem tão eficazes no futuro quanto são hoje é de 100%.

É possível acumular uma fortuna sem ter uma alta renda, mais é impossível acumular fortuna sem guardar dinheiro.

Uma das formas mais eficazes de aumentar suas economias não é aumentando sua renda, mas sim, a sua humildade (baixando o seu padrão de consumo).

10 - Margem para Imprevistos

A beleza da margem para imprevistos é que ela admite que a incerteza, a aleatoriedade e o acaso - o desconhecido - são parte integrante da vida. A única forma de lidar com eles é reduzindo a distância entre o que você acha que vai acontecer e o que é possível que aconteça, sem, no entanto, perder o poder de ação.

Você não tem como se preparar para aquilo que não pode imaginar - Se há uma forma de se proteger contra os danos que eles provocam é evitar os pontos únicos de falha.

Uma regra válida para muitas coisas na vida é que tudo que pode quebrar um dia vai acabar quebrando. Portanto, se muitos fatores dependem do bom funcionamento de uma única coisa, e essa coisa pode quebrar, uma catástrofe é questão de tempo. Isso é um único ponto de falha. 

O maior ponto de falha relacionado ao dinheiro é a sua dependência exclusiva de um contra-cheque para financiar seus gastos a curto prazo, sem nenhuma economia que preencha o espaço entre o que você acredita que serão suas despesas e o que elas podem vir a ser no futuro.

Finalizando...

Ser influenciado por pessoas que jogam um jogo diferente também pode interferir na forma como você decide gastar o seu dinheiro. Poucas coisas na vida são mais importantes quando se trata de dinheiro do que entender seu próprio horizonte de tempo, e não se deixar influenciar por ações e comportamentos de pessoas que jogam um jogo diferente do seu.

Faça um esforço para identificar qual jogo você está jogando.

24 Set 2022

A Psicologia Financeira - "Sucesso Financeiro não é uma habilidade técnica!"

Comentar
Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Copiar URL

Tags

A Psicologia Financeira Dinheiro Finanças Pessoais Investimentos Morgan Housel Resumo Livros

Quem viu também curtiu

30 de Nov de 2020

Unique Stories - Flavia Gamonar

13 de Jan de 2020

Devo fazer um Ensaio antes da minha Festa de Formatura ?

06 de Jul de 2019

Que momentos você quer guardar da sua Formatura ??

Olá, que alegria ter aqui! Sinta-se a vontade em me chamar no Whats.
Logo do Whatsapp