Imagem capa - Cotidiano por Matheus Salvador
Artigos

Cotidiano

O significado de Cotidiano é simples: Algo que acontece todos os dias, que é comum, até mesmo banal – Mas, sempre que possível, gosto de utilizar essa expressão em meus posts e gostaria de dialogar um pouco sobre isso.


Talvez vocês já tenham visto algumas postagens que falo bastante sobre o Cotidiano, pois bem, sempre que faço Fotografias de Família (Ensaios, Acompanhamentos ou mesmo Documental) surgem algumas dúvidas por parte dos clientes sobre como iremos fazer as fotos, que lugar devemos ir, que roupas vestir, como se comportar durante o ensaio e outras questões similares – E isso é normal! Cada profissional trabalha de uma forma/estilo diferente mesmo.


Mas gosto sempre de bater um papo com a família, conhecer um pouco deles, do que gostam de fazer - Normalmente esses ensaios envolvem crianças e eu sempre tento puxar essas questões para o lado dela, ou seja, fazer algo que tenha a cara da família, mas que seja feito para a criança, para que ela possa gostar e aproveitar o momento do ensaio, sem achar aquilo uma chatice.


Gosto de incentivar a família a pensar em lugares que gostem de frequentar, que costumam ir quando querer se curtir, aproveitar o dia, enfim, que tenha relação direta com o estilo de vida deles – E é ai que eu entro com essa palavrinha que faz muito sentido para mim. Por que não registrar o Cotidiano?


Eu acredito que quando falamos de Família, não há nada mais incrível do que registrar o cotidiano! É ali que moram os pequenos detalhes - As particularidades de cada família afloram quando exploramos o dia-a-dia – Esses registros são extremamente importantes, é disso que as crianças poderão relembrar no futuro: de como eram os pais, como era a relação entre eles, o que eles gostavam de fazer quando estavam juntos.


Isso é incrível, pois, é justamente nesses detalhes que vamos poder retratar a singularidade de cada família, por mais que os lugares sejam os mesmos, as famílias parecidas, é quando exploramos o cotidiano que vemos que cada família é única, e do seu jeitinho. É esse tipo de registros que quero entregar para as pessoas – Fotografias que revelem a identidade deles, da forma mais verdadeira possível.


Faz sentido para você? Comenta aí!